Saiba mais


Existe sabonete sem soda cáustica?

Não.
Precisamos dessa substância cáustica (hidróxido de sódio para sabonetes sólidos e hidróxido de potássio para sabonetes líquidos) para que ocorra uma reação química e transforme o óleo em sabão.
Antigamente se usavam as cinzas para que essa reação ocorresse e  que nada mais é do que soda cáustica.
Um sabonete natural, feito com gorduras de qualidade, é o produto mais seguro que existe, tanto que é altamente recomendável para bebês e pessoas com problemas de pele ou com a pele sensível.
Mas, quando citamos a soda cáustica como ingrediente, muitas pessoas ficam receosas, pensando:
Como um produto tão corrosivo e perigoso pode ser seguro? 
Quando incluímos a soda cáustica no preparo de sabonetes e essa reação química acontece, se realiza a saponificação e a soda cáustica já não mais “existirá” nesse sabonete, foi neutralizada pelo óleo utilizado no processo. Sendo assim, quando o sabonete natural foi feito seguindo todas as instruções com cautela, depois de pronto, não terá absolutamente soda cáustica nenhuma!
Daí a importância de seguir exatamente a quantidade exata dos ingredientes e todo o pass-a-passo do processo. Por isso a necessidade de todos os instrumentos de trabalho, como no caso, a balança para que as medidas sejam exatas assim como os equipamentos de segurança para o manuseio da soda cáustica, afinal, antes da saponificação, ela ainda será altamente corrosiva!
Existem duas formas de fazer o sabonete: pelo processo a frio ou a quente.
Aqui, no blog, eu mostrei o processo a quente, pois não é necessário esperar a cura de 4 semanas, como no processo a frio.
Esse sabonete é totalmente natural! Um bálsamo para nossa pele!
Infelizmente, no mercado, os sabonetes possuem muitos ingredientes altamente perigosos para nossa pele e que poderíamos até chamá-los de detergentes e não sabonetes! Principalmente os que não utilizam soda cáustica em sua composição, afinal, como disse anteriormente, o que faz um sabonete ser um sabonete, é a reação química gerada entre a soda cáustica e o óleo. Esse processo não recebe o nome de saponificação à toa.
Em resumo, é um processo delicioso de se fazer, mas que requer muita cautela!